Me revela

Minha falta se esconde atrás das suas lentes. Seus olhos treinados que buscam figuras, acham a bagunça que eu não deixo transparecer.
E assim você fotografa.
Cheia de dores que não penso em por pra fora, não porque não queira aliviar o peso sobre os ombros mas porque não sabia que existia um mundo possível sem esses fardos. Costume é aquele calo que a gente ja passou a achar normal.
Tua fotografia revela uma sensibilidade que não se mostra. Pouco a pouco você enquadra a imagem, aumenta o brilho para que o que se achava perdido em meio a bagunça diária, pudesse ser visto, contemplado.
Quando você chegou trouxe consigo cores que não se via e ajustou outras para que se mostrassem vivas. Saturação. O azul mais azul misturado com o preto mais preto. Vermelho vivo.
Teu clique,
teu cheiro,
teu flash,
teu beijo.
Arruma o cenário pra caber no pouco espaço que eu compartilho. Da zoom, me dizendo que não vai aceitar esse pouco, essa distância.
Me vê com tantos detalhes que me assusta.
Sua fotografia me faz ter coragem e vontade de pedir,
Me revela.