A saudade mata a gente


Eu leio seus escritos. Eu sei o quanto você sente saudades de mim. A questão é que você​ sente minha falta mesmo quando eu estou do seu lado. E eu sinto que mesmo deitados na mesma cama ainda não somos um do outro. O "ainda" é um degrau que me parece alto demais pra subir.

Falta e saudade são coisas diferentes. Eu te faço falta porque você sente que eu não me dei por inteira. Eu peso minha alma e sou econômica, te dando um quilo por vez.
Quando eu planejo os olhos do nosso filho ou o que eu quero ter dentro de uma casa, é numa esperança de que te ter no dia a dia me dê segurança de te mostrar tudo.
A distância mata a gente. 
A saudade mata a gente também.