Conselhos

Você deveria pegar seu telefone e me enviar aquela mensagem. Pode chegar com um boa noite, me pergunta alguma coisa sobre o Jiu-jitsu, sobre a eleição, ou até mesmo a escrita. Diz que ouviu as músicas que lhe sugeri, mas que não gostou porque seu estilo é outro, eu aceito.
Prometo que te conto todos os detalhes do que estivermos falando, até mesmo as bobagens eu vou amar.  Nessa altura do campeonato já estou louca para manter a conversa viva, e corroída de angústia pelo seu silêncio.
Vem me contar, se quiser, sobre o que tem feito nos seus dias, quem te visitou, e como vai indo com os estudos, com os jogos, a luta, a vida.
Se eu quiser entrar no assunto astrológico, releva. Não se deixa levar pelo papo dos signos. É balela! Os de água também são boa gente, e isso eu posso atestar. E olha que eu soube que seu mapa tá cheio de fogo. Querendo controle ou incentivo?
Tô pronta (e querendo!) pra ser os dois.