Natural

Depois de meses, ela sai do casulo.
Metamorfoseou.
Voa agora, linda e solta
Gozando da liberdade que outrora não conhecia.
Liberdade de verdade verdadeira.
Borboleta natural, espalhando pólen de alegrias.
Sem “porém”, sem "mas".
Cacheados, gordurinhas, sorrisos.
Liberdade infinda,
Que só o natural conhece.
Liberdade infinda,

Que só com amor próprio acontece.