Incompreensão II

Teus sentidos te traem, e da pra ver que teus olhos me seguem enquanto vou caminhando, então se aquiete, deixa ser.
Eu já disse que esse negócio de se negar vai te deixar louca? Por acaso não sabes que o beijo deve durar, e o sentimento tem que existir!? Há vida, a vida, permita-se! Deixa que vejam o que esconde por baixo da pele, mostra pra essa gente tuas veias e o sangue que flui.
Baila teu corpo com o meu e celebra-o!
E não saia antes de dar "até logo", não abandones o que lhe faz bem.

E apaga a luz dos teus olhos quando for embora, que é pra ver se eu paro de perceber que existe algo aí.