Cante aos pássaros

Se queres, brinda a vida.
Mas não acredite, meu doce, em tudo que pisa o teu pé.
Não acredite, face minha, em tudo que tua pele anseia.
Porém, não demore, e antes que a maré seque, e leve os peixes pra longe de ti, vem!
Correndo, que é pra não demorar muito. Correndo que é pra liberar toda a energia que tu tens acumulada sobre os ombros. E então canta, pra vê se os pássaros vão seguir o ritmo da tua canção.

Se não vier, cante mais alto.