Pratica do desapego

Palavra de ordem,
para ordenar o coração e a mente.

Manter longe tudo,
que me retém, que me amarra.

Aprender o outro
sem me prender a ele,
sem prender ele, pra não perder a mim.

E só assim viver o amor
que a mim foi proposto,
amor brando como colmei bulida.

Um agridoce vivo
que me quer e me faz
livre.


em 26/09/2013