Ciúmes.

Ah maldito ciúmes, que corrói, fere e sangra. Ciúmes de um nome, um alguém que eu nem mesmo conheço. E não quero ter o infeliz prazer de conhecer, pra não deixar na cara que eu queria estar no lugar dela, dessa feliz pessoa que chegou na hora certa, a pior hora dos meus dias.

Deve ser daquelas pessoas que saem por ai se gabando, deve pensar ser a melhor pessoa do mundo porque neste momento esta abraçando a minha melhor pessoa do mundo, talvez meu mundo inteiro.Maldito ciúmes. Ciúmes de um nome. Um nome sem rosto e sem sobrenome. Sem muitas estórias pra contar, apenas causos inventados por uma mente ciumenta e raivosa.Ciúmes de um nome, e por causa deste terei ciúmes de cada uma que este nome tiver, e por ter apenas um nome procuro seu rosto em cada mulher. Espero sinceramente jamais te encontrar.

em 12/01/12