Pedaços de contos (I)

- Você é feliz? – Ele perguntou. 
Dentro dela alguma coisa parou, seria seu coração?
- Que pergunta diferente – abriu os lábios e deixou os dentes a mostra.
De repente a noite quente ficou tão fria..
- Na verdade é uma pergunta simples, basta um sim ou não. Você é feliz? Com ele, eu quero dizer.
- É eu sou feliz, ele me completa de jeito que eu pensei não ser possível, nunca houve ninguém igual. – sorriu novamente. Aprendera a sorrir mesmo que o coração estivesse se acabando em lagrimas. Já não sabia sobre quem estava falando.
Continuaram a andar. Juntos mais pareciam um casal, magoados pelo tempo perdido. Isso sim era verdade